São Paulo -   Política de atendimento  Contato  Home
Construção - Laje treliçada H8 H12 H16 H20 Comércio de materiais para construção. Venda direta pela internet.



Acelerando sua obra

 
Abrigos para botijão de gás <>
Meia canaleta de concreto <>
Placas de concreto p/piso <>
Pingadeiras de concreto <>
Mourões de concreto <>
Lajes pré-moldadas <>
Elementos vazados <>
Pisos intertravados <>
Caixas de inspeção <>
Blocos de concreto <>
Telhas de concreto <>
Tubos de concreto <>
Anéis de concreto <>
Guias de concreto <>
Blocos cerâmicos <>
Telhas cerâmicas <>
Pisos táteis <>
 

 

Entregas programadas
Ao comprar no
Portal das telhas, a sua
mercadoria é entregue na obra
com rapidez e segurança!
Grande São Paulo - Arujá - AlphaVille - Atibaia - Barueri - Bom Jesus dos Perdões - Caieiras - Cajamar - Campo Limpo Paulista - Carapicuíba - Cotia - Diadema - Embú das Artes - Embú Guaçu - Ferraz de Vasconcelos - Francisco Morato - Franco da Rocha - Granja Viana - Guarulhos - Ibiúna - Igaratá - Itapecirica da Serra - Itapevi - Itaquaquecetuba - Jandira - Jundiaí - Mairiporã - Mauá - Mogi das Cruzes - Nazaré Paulista - Osasco - Perús - Poá - Ribeirão Pires - Riacho Grande - Rio Grande da Serra - Santana de Parnaíba - Santo andré - São Bernardo do Campo - São Caetano do Sul - Sorocaba - Suzano - Taboão da Serra - Vargem Grande Paulista - Várzea Paulista

Lixo das construções

Nos grandes centros urbanos
do país, já há dificuldade
para se depositar o lixo das
construções tais como:
sobras, entulhos, etc...

...recicle!

A naturêza agradece.
LAJES
TRELIÇADAS
H8 H12
H16 H20

Lajes treliçadas H8 - H12 - H16 - H20

  

Laje treliçada H8 - H12 - H16 - H20

     A laje treliçada com lajotas cerâmicas ou isopor(EPS), é uma solução para grandes vãos e áreas a serem cobertas já que é auto-portante. A definição por uma laje pré-fabricada treliçada h8, h12, h16 etc.., vai depender de duas informações importantes:
- Uma é a carga por m² que será submetida a laje,
- outra é o comprimento do vão

     Entenda que a obra pode ter uma área muito maior, mas o que importa é a distância entre os apoios onde ocorrerá uma viga para descarregar sobre pilares.

     Se houver uma carga de até 200 kgf/m² num vão de 4,00 mts., pode-se usar uma laje treliçada H8, por exemplo.

     Se houver uma carga de até de 400 kgf/m² e o seu vão máximo for de até 5,00 mts., pode-se usar uma laje treliçada h12.

Laje treliça H8 + capa 5cm
Laje treliça H12 + capa 5cm
Laje treliça H16 + capa 5cm
Laje treliça H20 + capa 5cm



     À medida em que for aumentanto a carga(kgf/m²) sobre a laje ou o vão, é necessário aumentar também a capa de revestimento de concreto. Por isso é que foram desenvolvidas as vigotas treliçadas com alturas diferentes. Perceba na foto acima que a armação de aço triangular da vigota treliçada H8, é mais baixa do que a altura da vigota treliçada H16.Este fator é determinante também para denominar a diferença entre uma laje treliçada H8 para outra laje treliçada H30.



     Da mesma forma que as lajes comuns, a laje treliçada pode ser executada com o elemento de isopor(EPS), com muita economia, pois além da facilidade de aplicar canos, conduites e outros acessórios, há uma substancial economia nas ferragens bem como no preparo dos elementos de isopor(EPS), diminuindo o tempo do término do trabalho.

     Contudo, temos de ressaltar que o acabamento inferior da treliçada com elemento de isopor(EPS), deve receber uma ou mais demão de cola para que o posterior chapisco possa aderir à cola e assim receber o acabamento de reboco de argamassa.

     Como o peso da laje treliçada com elemento de isopor(EPS) é de 10 a 19 kg/m3., diminuem também as reações; nos apoios da vigas, das vigas para os pilares e posteriormente dos pilares para as fundações, economizando aço, fôrmas e mão-de-obra em toda a estrutura.

     Além de todas essas vantagens, a laje treliçada com elemento de isopor(EPS), ainda é um excelente isolante térmico e acustico, tem baixa absorção de umidade e por isso é imune à fungos e bactérias.



Laje treliça H8 com lajota cerâmica ou isopor

      Existem muitos tipos de lajes treliçadas. Uma das mais utilizadas em obras de pequeno porte é a laje H8(em construções de 2 ou 3 pavimentos, até 180m2.). Quanto maior forem os esforços solicitantes, mais altas deverão serem as treliças das vigotas. Siga sempre as instruções do engenheiro responsável pela obra.

      A laje pré-moldada treliçada é formada pela vigota e pelo material de enchimento. Esse material de enchimento pode ser composto por lajota cerâmica ou isopor(EPS), como podemos ver abaixo.

      A vigota H8, é formada pela armação treliçada, fundida ao concreto numa fôrma metálica, vibrada para que fiquem isentas das bôlhas e porosidade, pois na construção terá a função estrutural e deve suportar todos os esforços solicitantes da laje.

      O material de enchimento(lajota cerâmica ou o isopor), não tem função estrutural, mas deve ser de boa qualidade. Seu objetivo na laje, é de reduzir o concreto, diminuindo o peso de toda a estrutura aliviando as sobrecargas na fundação.

      A laje com vigota H8 com enchimento de isopor, é bem mais leve do que com enchimento de lajota cerâmica, facilitam a colocação dos caixilhos e conduites com ferramentas mais simples, porém na hora do revestimento inferior, deve-se passar uma camada espessa de cola especial, para aderir ao chapisco e não pode estar molhada ou húmida no momento da cola.

      Por ser auto-portante, a laje treliçada H8 reduz sensivelmente o cimbramento(escoras) no momento da concretagem e posterior secagem, reduzindo também o custo da obra e o tempo de execução.



Laje treliça H12 com lajota cerâmica ou isopor

      A laje pré-moldada treliçada é formada pela vigota e pelo material de enchimento. Esse material de enchimento pode ser composto por lajota cerâmica ou isopor(EPS), como podemos ver abaixo.

      A vigota H12, é formada pela armação treliçada, fundida ao concreto numa fôrma metálica, vibrada para que fiquem isentas das bôlhas e porosidade, pois na construção terá a função estrutural e deve suportar todos os esforços solicitantes da laje.

      O material de enchimento(lajota cerâmica ou o isopor), não tem função estrutural, mas deve ser de boa qualidade. Seu objetivo na laje, é de reduzir o concreto, diminuindo o peso de toda a estrutura aliviando as sobrecargas na fundação.

      A laje com vigota H12 com enchimento de isopor, é bem mais leve do que com enchimento de lajota cerâmica, facilitam a colocação dos caixilhos e conduites com ferramentas mais simples, porém na hora do revestimento inferior, deve-se passar uma camada espessa de cola especial, para aderir ao chapisco e não pode estar molhada ou húmida no momento da cola.

      Por ser auto-portante, a laje treliçada H12 reduz sensivelmente o cimbramento(escoras) no momento da concretagem e posterior secagem, reduzindo também o custo da obra e o tempo de execução.

      Com a vantagem de poder atender à muitos tipos de construções, parte da armação das vigotas treliçadas são concretadas no local da obra, podendo assim vercer maiores vãos, bem como sobrecargas.



Laje treliça H16 com lajota cerâmica ou isopor

      Quando falamos em laje H16, é necessário ressaltar que é importante saber também sobre a resistência do concreto moldado in loco. A resistência do concreto é medida por uma unidade de tensão, isto é, uma carga exercida em uma unidade de área. Esta medida pode ser obtida em MPa ou kgf/cm². Assim sendo, podemos dizer que um concreto com 18 MPa de resistência é igual à 180 kgf/cm².

      Para especificação do concreto para a laje treliça H16, deve-se distinguir o concreto utilizado na fabricação das vigotas treliçadas, do concreto lançado in loco para a formação das nervuras da laje. O concreto despejado sobre a laje, seja ela H16 ou H7, tem a função estrutural, pois forma a mesa de compressão da laje. Já a vigota treliçada H16 não tem essa função, mas deve ser sempre de boa qualidade. O concreto lançado sobre a laje H16, normalmente é solicitado pelo construtor, mas a sua resistência deve ser informada ao engenheiro responsável pelo projeto da laje, afim de que este possa conduzir corretamente todos os cálculos.



Laje treliça H20 com lajota cerâmica ou isopor

      O concreto utilizado em estruturas é caracterizado por sua resistência(fck). Essa resistência é medida através do rompimento de corpos de prova, e significa que ao dizermos que um concreto tem um determinado fck, a probabilidade de se obter uma resistência menor do que a indicada deve ser mínima, de preferência maior.

      Além do teste de resistência dos corpos de prova, é necessário também determinar o slump, do concreto que é a quantidade de água na mistura do concreto.

O slump do concreto destinado à laje H20 é alto, porém se estiver acima da mistura, o concreto pode vazar pelas fissuras das junções do elemento de enchimento(lajotas ou isopor), bem como pela conexão deles com as extremidades da vigotas, criando assim um efeito de respingo que podem dificultar o posterior revestimento no plano inferior da laje.

 
 
LAJE TRELIÇA H8 - LAJE TRELIÇA H12 - LAJE TRELIÇA H16 - LAJE TRELIÇA H20 E H25 - LAJE TRELIÇA H30 - LAJE TRELIÇA H35